Lente clara? Lente escura? Que diabéisso, isso é verdade? Isso é um mito? Ou alguem puxou um baseado muito mofado?

No Gravatar

Todos os dias eu ouço essa historia de “Ah, a minha lente não presta porque é escura”, ou “a lente tal é boa porque é 2.8” e “a lente tal é clara porque é 2.8”, sinto escrever isso e te dar a má notícia, você foi vítima de trollagem, porque isso, antes de tudo é trollagem.

Eu até entendo que as pessoas querem dizer que a lente é clara por permitir que entre mais luz que uma lente mais barata, mas com uma “mistureba” de coisas que alguns “pseudo-profissionais” ditam como regras, de tanto que é falado acaba se formando uma “regra incontestável”.

Vamos definir algumas coisas 🙂

Lente clara e lente escura, não existe! (isso nom ecziste!) o que existe são lentes que possuem aberturas grandes (1.2, 1.4, 1.8, 2.8 etc)

Só porque a lente tem uma abertura de 1.4 não a faz mais clara que outra lente qualquer, a questão é que em 1.4 passará mais luz para o sensor (ou filme) que outras lentes que começam com abertura 3.5, 4. 5.6 etc

Vamos ver um pouco da física das lentes (sem cálculos, por enquanto), a abertura f/1.4 entra o dobro de luz que uma abertura f/2, que por sua vez entra o dobro de luz que f/2.8, que entra o dobro de luz que f/4 e por ai vai… O inverso também é válido (duh) f/4 entra a metade de luz que f/2.8, que entra a metade da luz que f/2, que entra a metade de luz que f/1.4… conseguiu entender até ai? é fácil 🙂

Se você notar, sempre trabalhamos com metade ou dobro de luz entrando, isso vale para abertura, velocidade e velocidade ISO (ou a ASA) deixa o sensor (ou filme) mais sensível, que captura o dobro ou a metade da luz disponível na exposição 🙂 (ISO 100, 200, 400, 800, 1600…), lembrando que, estamos considerando f-stops, e não terços de f-stop (os terços são, no caso do ISO 125, 160, 250… no caso de aberturas f/3.5, f/4.5, f/6.3… na velocidade também temos 1/125, 1/160, 1/250…) obviamente aumentar três terços será igual a aumentar um f-stop.

Vamos considerar as velocidades ISO e de Obturador constantes: (por exemplo ISO 100 e velocidade 1/100)

Se você pegar uma lente 1.4 e colocar em 3.5 deverá por consequência entrar a mesma quantidade de luz que em uma lente que comece em 3.5 (por exemplo uma Nikkor 18-105 f/3.5~5.6 VR) em 3.5, se apresentar diferença leve na assistência técnica porque alguma das duas está com defeito! Já tive um problema assim com a minha 55-200 f/4~6.3 quebrou alguma coisa dentro dela que não mudava a abertura (fechar o diafragma) se eu colocasse em f/4 ou em f/22 não mudava nada, a exposição saia errada de qualquer maneira…

Ou seja, se você colocar a abertura das lentes iguais, NECESSARIAMENTE passará por ela a mesma quantidade de luz! ou seja, não existe uma lente mais clara que a outra! o que existe é uma lente que em sua abertura máxima permite que entre mais luz que uma mais barata.

Uma coisa importante de se considerar também, se você notar, as lentes com aberturas maiores, normalmente são mais caras, por exemplo:

  • A Nikkor 50mm 1.4 é muito mais cara que a 50mm 1.8
  • A 70-200 2.8 é muito mais cara (e mais pesada) que a 70-300 4~6.3

E assim por diante!

Porque essas lentes são mais caras? simples, o material usado nelas, normalmente, é de qualidade superior, se você notar até o peso das lentes, com aberturas maiores, é maior. E isso interfere diretamente no preço delas, material de qualidade melhor, obviamente terá um preço maior 😀 note também que abertura maior, mais material é utilizado, olhe o tamanho do “vidro” da frente das lentes mais clara é muito maior!

Enfim, quando alguém falar pra você, que a lente X é melhor que a Y porque é mais clara, de um pedala e explique pra ela que não existe essa historia de lente clara e lente escura!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *