Review Cactus V5, Cabo de disparo remoto (do cactus)

No Gravatar

Como falei no post anterior, aqui vai um pequeno review de uns brinquedos que comprei na china para usar em meus trabalhos e oficinas.

Fotos: Gadget Infinity

O equipamento utilizado no teste foi:

  • Nikon D80
  • SB-800
  • Flash Frata (Não sei o modelo, mas é antiiiiigo)
  • Lentes variadas (18-105, 50mm 1.8, 55-200 etc)

Numa visão geral, os brinquedinhos até que são bem feitos, não tem aquela cara de “produto chinês” feito nas coxas, a lista dos itens deste post está abaixo, o restante irei escrever em outro para não ficar muito grande:

  • Dois kits do Cactus V5 Duo
  • Cabo para disparo remoto da câmera (no caso a minha D80) utilizando o Cactus como controle remoto

Vamos começar pelo:

Cactus V5 Duo

O kit do Cactus V5 Duo vem com:

  • 2 Transceivers (ou seja o mesmo aparelho é transmissor e receptor, apenas alterando uma chave, TX transmissor e RX para receptor)
  • 2 bases de plastico (Flash stand) – Modelo: F5-5
  • 1 plug adaptador P2 para P4 – Modelo: PA-635*
  • 1 cabo P2-P2 (3.5mm) – Modelo: CA-350*
  • 1 cabo PC Sync (Cabo de sincronismo) – Modelo: CA-100*
  • 4 pilhas AAA
  • 1 Manual de instruções
  • 1 livreto “When the light Dances 2″*
Os itens com (*) são considerados acessórios opcionais

IPC: Vale a pena lembrar que a versão V5 não é compatível com nenhum outro disparador remoto/Flash Trigger (mesmo outras versões do cactus, por exemplo, V2, V3 e V4)

Especificações técnicas de cada unidade do Cactus V5:

  • Working radio frequency: 2.4GHz;
  • 16 channels selectable;
  • Support sync speed: up to 1/1000 second (subject to camera’s sync speed limitation);
  • Compatible with all DSLR and SLR cameras with standard ISO hot shoe or PC sync output;
  • Compatible with portable flashes and studio strobes;
  • Low battery indicator;
  • Maximum effective area: 100 meters (328 feet);
  • Operating temperature: -20°C to +50°C (-4°F to 122°F);
  • Flash voltage handling: up to 300V;
  • Camera voltage handling: up to 6V;
  • Power input: 2 x AAA 1.5V batteries;
  • Connection port: 3.5mm (1/8″) mono mini-phone;
  • Standard 1/4″ screw mount;
  • Dimensions: 82mm (L) x 70mm (W) x 37mm (H);
  • Weight: 58g;
  • Designed using RoHS compliant parts and components

A primeira vista, o Cactus V5 é muito bom, a embalagem é bem feita, o produto tem uma “cara” de resistente, muito embora eu não vá testar jogando-o no chão (obvio), mas no manuseio ele parece bem resistente e tem cara de durável.

O único ponto negativo na parte física dele é o “pezinho” (Flash stand), que é um pouco frágil e mole, não parece aguentar muito bem uma cabeça de flash pesada em cima, senti que o SB-800 ficou meio bambo quando usei o suporte pra deixar apoiado em uma superfície plana, nem cheguei a testar colocando acessórios na frente do flash pois com o peso forçariam para frente, o que deixaria mais instável o suporte, mas como a intenção não é utiliza-lo apoiado no chão ou qualquer outra forma diferente de um tripé, não chega a ser um problema por ser irrelevante.

Embora o fabricante diga que ele consegue chegar numa velocidade de sincronismo de 1/1000, não consegui passar de 1/200, mesmo com o modo de sincronismo em alta velocidade ligado, não rolou, infelizmente! (se alguém souber como fazer funcionar, posta nos comentários ou me manda por mensagem pela área de contato ) 🙂

Uma coisa que achei interessante, porém um pouco useless, é poder controlar 5 canais simultâneos, porém é necessário que o TX esteja no canal 1 e os RX entre o canal 1 e o 5 (números em azul no disco de seleção de canais) se o TX estiver no canal 2 por exemplo, não aciona os outros canais (1, 3, 4 e 5) apenas no canal 2, no total ele possui 16 canais, isso é muito útil quando existe mais fotógrafos por perto, utilizando também outros cactus, por exemplo, em um editorial um fotógrafo fazendo Making Of, utilizando outro grupo de flashes e não atrapalhar o fotógrafo que está fazendo o editorial.

Uma coisa que achei engraçada, embora esteja escrito no manual. é que o cactus fica meio bobo quando trabalha a menos de 30 cm entre as unidades. as vezes falha, as vezes trava acionado (o RX) enfim, realmente não funciona corretamente, o manual está certo hehehehehe

Fiz alguns testes de performance, fiz várias fotos e a taxa de “perda de cliques” comigo, foi nula, funcionou em 100% dos cliques, o que normalmente não acontecia com os outros flash triggers que tenho, isso já é um ponto positivo para o cactus para que eu aposente os outros.

Outro ponto positivo é o fato de ser um transceiver, como o transmissor e o receptor são iguais, as pilhas utilizadas são as mesmas, pilhas AAA, o que facilita MUITO na hora de precisar troca-las, os outros triggers que possuo são pilhas um pouco incomuns, que custam em média R$ 5,00 cada uma, o problema não é nem o valor, é a extrema dificuldade de encontra-las, não é qualquer lugar que vende, as de R$ 5,00 só encontro em poucos camelôs, pois em lojas de fotografia são por volta de R$ 10,00 cada pilha, já as pilhas AAA em qualquer lugar é fácil de encontrar!

Uma coisa que me incomodou um pouco foi a força que preciso fazer para travar o cactus na câmera, a rosca é muito, mas muito absurdamente dura, acredito que com o passar do tempo vá amolecendo (na verdade tenho esperança disso) mas já machuquei as pontas dos dedos apertando aquela bagaça.

O desempenho dele com flash de estúdio é muito bom também, fiz algumas fotos de produto e não falhou nenhuma vez, mesmo quando forcei um pouco mais pra testar.

A única coisa que ainda não consegui testar, mas quando conseguir postarei um update aqui no tópico, foi a distância de 100m entre as unidades, ainda não consegui sair para fazer o teste, mas pretendo fazê-lo em breve!

Cabo de disparo remoto para Nikon D80

As especificações dele:

  • Shutter Release Cable for Olympus cameras;
  • Compatible models: Nikon DSLR: D80, D70s;
  • One plug connects to the V5 X-Sync Port while the other end connects to the remote control terminal on the camera battery holder;
  • Length of cable: 26cm, fully extended to about 60cm;
  • Weight: 15g;

Ele também aparenta ser bem construído, o cabo é (aparentemente) bem resistente e o acabamento é muito bem feito.

Como ele funciona com o Cactus V5 e por consequência depende dele para disparar, não tive problemas de disparo com ele, todas as vezes que pressionei o botão pela metade a câmera fez o foco, e com o botão completamente pressionado ele dispara a câmera, funciona bem.

Uma outra utilidade para os 16 canais é você poder disparar a câmera e outros cactus ao mesmo tempo, os flashes e a câmera não se entendem muito bem se todo mundo estiver no mesmo canal, as unidades que dispararem a câmera precisam estar em um canal (não necessariamente anexada na sapata) que e a outra unidade anexada na sapata para disparar os flashes, por exemplo:

Coloquei uma unidade na câmera para ser o trigger da câmera (em modo RX), deixei a unidade solta, presa apenas com o cabo na câmera, esta unidade estava no canal 6, igual a unidade que ficou na minha mão (em moo TX) para disparar a camera.
Sobre a câmera, coloquei uma outra unidade que seria como transmissor (em modo TX) em um canal totalmente diferente, no caso o canal 2, e a quarta unidade, coloquei no flash,
Ao disparar remotamente a câmera, esta acionou a unidade que estava sobre ela, que acionou a unidade que estava anexada ao flash (no caso o SB-800) e o sistema todo funcionou perfeitamente!

Quando testei colocando todas as unidades no mesmo canal, o flash não sincronizava, embora faça um pouco de sentido na minha cabeça, não sei explicar de forma fácil hehehehe

Muito embora eu não veja uma utilidade muito prática pra essa gambiarra que fiz, mas é bom saber que existe a possibilidade se por ventura vier a surgir a necessidade 🙂

No geral, o cabo funciona muito bem, assim como o Cactus V5.

É isso, espero que gostem desse pequeno review, se esqueci de mencionar alguma coisa ou se ficou confuso, escrevam nos comentários que responderei e se necessário colocarei um update aqui no post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *